quarta-feira, 2 de julho de 2014

será chuva... trovas soltas






a chuva atrás de mim
caída da beira do céu
cai azulada e assim...
macanbúzia fico eu

ai  tanta imaginação
refresca pensamentos,
estranha contradição
dá ao coração tormentos

é tudo tão delirante
no sonho sou audaciosa
sou tua mulher amante...
tu meu cravo, eu tua rosa

acordei prá realidade
mais que nunca desalento
daí me veio a saudade
trazida nas asas do vento

aspiro à felicidade
é Deus quem a destina
mas me dá a faculdade
sentir-me sempre menina

natalia nuno
rosafogo
1999








3 comentários:

Enide Santos disse...

Muitas vezes lemos um livro inteiro
e quase nada fica em nós, outras vezes uma única frase nós eleva a incontáveis mundos!

Natalia Nuno disse...

Sem dúvida, a escrita e a leitura são a chama que nos alimenta, ficamos felizes quando lgo nos agrada.

Grata Enide...bem vinda

Natalia Nuno disse...

Sem dúvida, a escrita e a leitura são a chama que nos alimenta, ficamos felizes quando algo nos agrada e vai ao mais profundo de nós.

Grata Enide...bem vinda