segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

MONOTONIA




Este meu sonhar é vago
 E é longa esta estrada
Águas paradas dum lago
De toda uma vida passada.

Negando a felicidade...
Pois quem dera ser feliz
Mas esta louca saudade
Nega o que sempre quiz.

Não quero desiludir-te
 Mas outro amor arranjei
De tanto amor pedir-te
Amor depressa cansei...

O meu olhar quando te vê
Vibra tanto...tanto...tanto!
Que chora nem sei porquê!
Da saudade faz seu pranto.


Este canto tão dolente
 Parece esfolhar de rosas
 Tanto amor tem a gente
 Tantas pétalas sedosas.





Teus beijos sabem a pouco
 Fica-me a vida parada...
 Anda meu pensar tão louco
 Que não penso mais em nada.

rosafogo
natalia nuno
imagem blog decoupage

domingo, 26 de fevereiro de 2012

TROVAS AO LUAR




Se triste é o Meu trovar
 Não me ouve quem eu chamo
Porque deixou de me amar
 E eu ainda tanto o amo...

Doce é o teu beijar
 Como o pulsar da vida
Noite adentro vou chorar
 Por andar de ti perdida. 

Ando de saudades perdida
E meus sonhos turbulentos
 Trago pedaços de vida...
 Presos em meus sentimentos.

Se o coração está triste
 Deixa-o chorar à vontade
Se o amor nele existe?!
Chora porque tem saudade.

Um beijo logo outro quer
É como a água da bica
Por isso não desespere
 Que já outro aqui fica... 

 Posso lágrimas verter
Se o amor não passar
Talvez o vá esquecer
Logo um outro arranjar.

natalia nuno
rosafogo

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

SAUDADE...AI...SAUDADE II



Colho pensamentos à toa
Que trazem minha saudade
Mas inda que o coração doa
É esta a minha verdade...

O que a minha alma sente
Não há sol que aqueça...
Nem o coração consente
Ter alguém que o não mereça.

Anda calada a alegria
Trazendo a tristeza ao peito
Ai meu Amor quem diria
Que acabava deste jeito...

A mágoa que só eu choro
Pois só eu sei  a razão
Choro e a Deus imploro
Este amor não seja em vão.

Saudade que me devoras
Sempre com o mesmo recado
Não sei coração porque choras
Tranca o amor bem trancado.

Mas que pena me daria
Olhares e não me veres
Se era para ti que trazia
Um beijo p'ra devolveres.

Já nasceram as acuçenas
Fazem-me lágrimas cair
Nestas trovas deixo penas
Para quem as queira ouvir.

natalia nuno
rosafogo
imegem do blog imagens para decoupage

TROVAS TRISTES






Meus olhos estão tristes...
Não consigo escrever trova
Mas já que tanto insistes...!
Fica esta tão triste prova.
*
Não sofras coração agora
Que me dás tanta tristeza.
Esquece amor que foi embora
Amor sem brio...é pobreza...!
*



Faz o ninho o Açor
No alto da ramaria!
Também canto ao amor
Talvez me ouça algum dia.
*
Esperando teu calor
No deserto da solidão...
Assim vou fugindo à dor
Que me ocupa o coração.
*
Cobrindo-te de beijos...
Bálsamo de felicidade
Num ansiar de desejos
Vivo o sabor da eternidade.
*
Sempre o real ensejo...
Na vastidão dos meus olhos
De ver-te real desejo...
Mas a vida tem escolhos.
*
Leva-me o vento meus ais
Pra bem distante os escolhos
- Que ferem como punhais...
Soltam-se lágrimas dos olhos.
*
Deixa chorar o coração
Soletra-lhe um hino de amor
Se brilhar a inspiração
Coração não terá dor...
*

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

sábado, 18 de fevereiro de 2012

SAUDADES DO AMOR




Saudade que vai e volta
Volta e meia lá vem ela
Saudade que deixo à solta
Nesta quadra bem singela...
*

Fechei a minha varanda
Não quero vir a chorar
E à saudade que ali anda!
Deixo-a a falar com o luar.
*

Já se veêm derramando...
Lágrimas dos olhos teus!
Meu amor te estou amando!
Olha bem nos olhos meus.
*


Ouço violinos ao vento
Tocam a minha melodia
Trago-te no pensamento
A toda a hora do dia...
*

Anda o coração vazado
Como folha ressequida
Ou tu és o meu amado?!
Ou meu sol na despedida.
*

O meu pranto é imenso
Quando me dá pra chorar
Em ti não quero mas penso!
Não sei deixar de te amar.
*

Andam estrelas perdidas
Nos meus olhos a brilhar
De inquietação estremecidas
Pra ver o amor despertar.
*

Agora é tarde demais
Caem folhas é Outono
Vós sonhos já me deixais!
Fico só ao abandono.



natalia nuno
rosafogo


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

MEU FADO



Nasci há beira do rio
Na margem do teu abraço
Amor que bravo desígnio!
Ao teu corpo eu me enlaço.


Não morro senão vivi
O AMOR em liberdade
Mas morro AMOR por ti
Quando me dá a saudade


Viajo pelo passado
A solidão me acompanha
Levo assim este meu fado
Duma tristeza tamanha!


Mas um dia vou esquecer
O que me vai no coração!
Se ele não parar de bater
Deixo-o só em solidão.


As mágoas já eu esqueço
Enquanto o tempo prossegue
Se este fado eu mereço?
Sabê-lo só Deus consegue.


Como me encho de pavor
Ao ver que me foge a vida
Vou vivendo em meu labor
Trazendo a alma despida.


Cada dia olho o espelho
E descubro em mim o medo
Quero crer que está velho
Ou me esconde algum segredo.


Vive nele uma inimiga
Finge-se a minha metade
Mas a imagem mais antiga?
Essa sim me traz saudade.


rosafogo
natalia nuno
imegem ret. do blog imagens para decoupage.













À POESIA IV



Lembranças que me doirais
Dum passado que não passa
Deixai-me sonhar ainda mais
Deixai ventura da vossa graça.
*
Trovas são preces, venturas
Trazem-nos o coração feliz!
São prantos, sonhos, ternuras
Ao escrevê-las sou aprendiz.
*
Um dia chego depressa
Outro dia bem devagar
Afinal a quem interessa
Eu chegar ou não chegar?.
*
Trago o CORAÇÃO FELIZ
Anda perdido na felicidade
Hoje chegou e por um triz!
Não morria de saudade.
*

Venho eu doce menina
Sobre a tua página trovar
Quando a tarde se declina
Sobre o horizonte a chorar.
*
Brilha nos olhos a saudade
E no coração fala a Poesia
Ainda o dia era claridade
Já a lua no céu caía...!
*
Fiquei das estrelas à espera
E a Lua me embalou...
Ai meu amigo quem dera
O que o tempo me levou.
*
Trago sonhos da infância
Falar de Poesia , maravilha!
Tudo ficou à distância
Mas meu olhar ainda brilha.
*
natalia nuno - rosafogo ...quadras criadas no site Poetas e Escri. do amor e da paz

natalia nuno
rosafogo
imegem do blog imagens para decoupage

SAUDADES SENTIDAS




Sem amor, a vida vai sumindo
Já hoje a falta lhe sinto tanto
Ora choro...ora vou rindo...!
P'lo amor que é meu encanto.
*
Espreguiçam-se p'la areia,
as marés. Saudade vêm beijar
Também me sinto sereia...
Em teus braços a espreguiçar.
*
É tão triste o meu cantar
Mesmo que o Mundo sorria
E até se o mar suspirar?
Me devora esta agonia.
*
Voraz o tempo me devora
Dias são breves instantes
Mal nascem vão embora
Já nada é como dantes.
*
Saudade que vai e volta
Volta e meia lá vem ela
Saudade deixo à solta
Nesta quadra singela...
*
Trago no coração um aperto
Que provoca dor sem fim
Dos olhos lágrimas verto
Quando estás longe de mim.
*
Eu canto, rio e logo choro
Da saudade que me mata!
Deste dizer que te adoro...
Amor não ata nem desata.

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

POESIA...LIBERDADE



Poesia não tem hora
É o coração quem diz!
Poeta,  ri ou chora...
Mas vive sempre feliz.


Olha seu rosto vazio
O sol nele apagou!
Mas o coração é estio
A Poesia o incendiou.


Coração feliz é cristal
Tem asas e vai aos céus!
Sonha e não vê o mal
Vive assim sonhos seus.


Poesia há quem diga
Que é calor... é ninho!
Há muito quem a siga
Faça dela seu caminho.


A Poesia é altiva
É a voz da Liberdade
É do Povo a voz viva
Dele lhe vem a saudade.


Nasce no peito da gente
Vive no campo, na cidade
É interventiva, valente
É a voz da Liberdade.


Deixa a Poesia brotar
Como água na nascente
Que ninguém possa calar
A voz do Povo, minha gente.


rosafogo
natalia nuno
imagem do blog imagens para decoupage






rosafogo
natalia nuno
trovas criadas no PEAPAZ DE SÍLVIA MOTA, nos Trovadores.

SAUDADE...SAUDADE...SAUDADE



A amizade é flor querida
Numa primavera sem fim
Saudade no peito florida
E nos faz feliz assim...!
*
Ofereço-te meu amor...
Que ao coração aflui
Deixa um breve tremor
Mas o amor não diminui
*
Mais logo já finda o dia
Anda a saudade por perto
Vai-se o dia e a melancolia
Causa ao coração aperto.
*
Na primavera tudo é festa
Nasce até o amor-perfeito
No outono a festa é modesta
Acabou-se o calor no peito.
*
Não há bela sem senão
Nem amor para durar
Logo que passa a paixão
Fica ferida sem sarar.
*

rosafogo
natalia nuno
imagem do blog imagens para decoupage


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

TROVAS POPULARES




Tens o rubor da maçã
Eu vivo à tua espera
Teus olhos p'la manhã
E meu coração acelera.
*
Minha doença é sabida...
Meu coração anda sofrido!
Trago a alma louca varrida
De tanto te haver querido.
*
Somos todos tão diferentes
Mas o fundo tão iguais...
Frutos da mesma semente
Do amor de nossos pais.
*
Falo de mim e de ti...
Num sonho que não acaba
Sonho tudo que vivi...
Não sonhando tudo desaba.
*
Na primavera tudo é festa
Nasce até o amor-perfeito
No outono a festa é modesta
Acabou-se o calor no peito.
*
Tanta coisa vi na vida
Tanta coisa que nem digo
Mas digo de cabeça erguida
Estou bem com Deus e comigo
*
Quem dera ser cantadeira
Cantar no poial da janela
Para te ter à minha beira
E a tristeza esquecer-me dela.
*
Não sou um Poeta rico
Mas sou um rico Poeta!
Sentada eu não me fico
Pretendo atingir a meta.

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

SAUDADE...SAUDADE...




A saudade não dá descanso
Nem de noite nem de dia
Chega com seu cantar manso
Mas depois causa agonia.
*
Saudade dá ao  partir
Saudade na hora de chegar
Dou amor a quem me pedir
Aceito-o de quem me amar.
*
Saudade traz-me o sabor
Do amor da minha vida
Dentro de mim o calor
No coração lhe dei guarida.
*
Esta saudade que aperta
Amolece-me o coração...
E o coração me põe alerta
Que por ti tenho estimação.
*
Saudade já tanto me faz
Que me chegues ao coração
S não me deixares em paz
Matas-me de doce ilusão.
*
Saudade em nós germina
Como eterna semente...
Ás vezes causa dor fina!
Mordendo como serpente.
*
Ao receber doce beijo...
A vida desliza rápidamente
Trazendo com ela o ensejo
Nos amarmos para sempre.
*
SAUDADES DELICIOSAS...
Enxugo a lágrima ao lenço
Qua a vida além de rosas
Também tem sofrer imenso.

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

TROVAS SINGELAS



Trovo esta trova com gosto
Sinto-me até gaivota a voar
Minhas faces são fogo posto
De me olhar no teu olhar...
***
Tantas, ousadas aventuras!
Deixaram o coração a chorar
Minhas lágrimas são pinturas
No rosto que não quer secar.
***
Deixo-te um afago, um carinho
Sou o teu amor-perfeito
Fecha os olhos de mansinho
Sossega o coração no peito.
***

Se queres ter felicidade...
Lembra os beijos trocados
Dilata-se no peito a saudade
Desses sonhos abençoados.
***
P'la janela entreaberta
Vejo metade da vida...
A outra metade deserta
Desde o dia da despedida.
***
Saudade, afecto e gesto
Tudo são rosas e abrolhos
São dum sonho todo o resto
E deixam lágrimas nos olhos.
***
E depois de tudo isto?
Se a palavra me faltar?
Tenho fé pois acredito!
Que DEUS não me irá ajudar.
***

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

domingo, 12 de fevereiro de 2012

QUADRAS AO AMOR-PERFEITO III


















Paira a lua no firmamento
A sorrir da minha dor...
Perfeito o amor, lamento...!
Nunca foi o teu amor.



Amor perfeito encantado
Dentro do meu coração
Doce mel este meu fado
Ou uma bendita ilusão!



Meu coração está em chama
Mas não sei qual a razão!
Deu amor e amor reclama
Quer, pra ser feliz uma razão.



Meu coração anda errante
Diz-me que é FELIZ assim!
Mas o amor anda distante
Ando numa tristeza sem fim.

Amor perfeito é bem forte
É amor para toda a vida...
Mesmo à beirinha da morte
Lembrar-te-ei à partida.
natalia nuno
rosafogo

QUADRAS POPULARES




Também motivo seria...
Ouve bem o que te digo
Toda a gente saberia
Bocas do povo...perigo!
*
Tapas o sol com a peneira
Dizes-me coisas de amor
Mas não estás à minha beira
E eu desfolho como flor...
*
Nas ondas me embalei
Ergui ao céu uma oração
Deu-me a saudade chorei
Mas a reza não foi em vão.
*
Voa a andorinha de negro
Como ela me vesti...
Minha vida é um degredo
Se cantei melhor sofri...
*
Vou pra longe...vou partir!
Já sinto o enjoo do mar...
Não posso passar sem ir
Mas decerto hei-de voltar.
*
natalia nuno
rosafogo
imagens do blog para decoupage

sábado, 11 de fevereiro de 2012

TROVAS COM JEITO



3607lirios

Sentada à beira do caminho
Este que atravesso com frio
Vieste tu com teu carinho...
Preencher de néctar o vazio
***
Trago o peito apertadinho
Aconchegado entre ais
Quando chegas de mansinho
Meus olhos são dois vitrais.
***
Seria um eterno lamento
Se nunca mais visse o mar!
Ou não ter no pensamento...
Um passarinho pra me acordar.
 ***
Calar o coração quem dera
Saudade que em mim se deita
Por mais um amor se espera
Enquanto a morte não espreita.
***

natalia nuno
rosafogo~imagens do blog imagens para decoupage

TROVAS POPULARES I



Fui ao monte era sol-posto
Apanhei alecrim, flor e rama
O sol queimou-me o rosto...
Angústia pra quem me ama.

Á minha porta passáste
Com a outra de braço dado
Nem sequer pra mim olhaste
Já tenho outro a meu lado...

Fui andar à beira mar
Descuidei molhei o pé
Era o mar a perguntar
Se eu estava de maré.

Quero contigo casar
Talvez lá pró S.João
Se a fogueira crepitar
Dentro do meu coração.

Minha pele é tua pele
Meu coração teu coração
Os teus lábios são meu mel
Os meus... o teu mel são...!

Na noite caíu geada...
No monte e no povoado
Sonhei que era tua amada
Mas já é sonho passado!



Com amor e felicidade...


Hei-de ir ao Céu e voltar
Já me perdi na idade...
Mas amor é sempre amar!

És meu sol de estimação
És meu sol por entre fráguas
És calor do meu coração
Desafias minhas mágoas.

natalia nuno
rosafogo

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

TROVAS COM CALOR

3798lirios


Não há amor que desvrabe
Este meu pobre coração...
Que lhe torne o bater suave
Pois não há amor sem senão!
*
Meus versos são naturais
Falam de mim e de ti...
Falam de amores imortais
Que p'los caminhos perdi.

*
O amor colhe-se em cacho

Para não perder o viço.
É isto amor o que eu acho
O colho quando preciso.




*

Quando o amor é sentido...
E se derrama no olhar
Palavras doces ao ouvido
Nos deixamos enfeitiçar.
*
É o amor que a alma acalma
Numa eterna melodia...
Teu amor em mim espalma
A toda a hora do dia...
*
Amor perfeito é fugidio
Vibra, enquanto está, é brasa!
É como ave que perde o pio...
Vai embora levanta a asa.
*


Há mágoa no meu olhar
Minha trova é uma prece!
É meu amor a falar...
Chamar-te meu eu pudesse.

natalia nuno
rosafogo
*

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

TROVAS DE SAUDADE


8794lotus

A saudade faz poisio
Entra e custa a sair
Tinha amor... e perdi-o!
Saudade estou a sentir.
*
Desejo de coração...
Que a vida seja suavidade
Que o amor me dê a mão
E desmedida seja a saudade.
*



Certos instantes da vida
Há uma ruidosa solidão
Ausência e vida perdida
Saudade no coração...
*
E logo nos apaixonando...
È a cruz do nosso destino
Marca as horas vão andando
Neste meu mundo pequenino.
*
O amor é sol que brilha
A saudade é devoção!
O beijo é uma maravilha...
Raio de luz no coração.
*

O  que sonhei acabou!
Canto a minha saudade...
Aos teus olhos o que sou?
Paquena sombra na tarde.
*
Entreguei-me ao teu desejo
Fui sorrindo a toda a hora
Nos teus olhos não me vejo
Não te sinto... foste embora.
*
Mais uma noite se avizinha
Ouço da fonte o murmurar
Lá vem esta dor que é minha
Vem amor a dor calar...
*
natalia nuno
rosafogo
imagem ret. do blog imagens para decoupage

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

TROVAS DE IMPROVISO





O que não sei não importa
Só sei que tenho saudade
É como se estivesse morta
Partiste é triste a realidade.
***
Meu amor é aviador
Profissão que eu detesto
Vai embora leva o amor
Resta saudade...só resto!
*



Meu amor é marinheiro
Está em terra de passagem
Amor que foi o primeiro
Partiu leve como a aragem.
***
Venho trovar do meu jeito
Trova nova, boa nova...
Falar o que sinto no peito
Falar de amor nesta trova.
***


TROVAS DE IMPROVISO


E sentir teu doce beijo
P'las mãos imploro a graça
É tão grande este desejo
Que meu corpo a ti enlaça.
***
Esta poesia... veio
Aguçar meus sentidos!
É dum pássaro o chilreio
São teus beijos tão queridos.
***
A saudade em mim ordena
Vivo com ela desde moça
Saudade trago de pequena
Falo-lhe embora não me ouça.
***
Teu amor me dá guarida
Mas se é só de passagem
Deixa no peito uma ferida
Vou esquecer a tua imagem.
***
Dando à vida nova cor...
E uma rasgada profecia!
Talvez surja um novo amor
Nas asas do sonho e fantasia.
***
Meu amor é marinheiro
Está em terra de passagem
Amor que foi o primeiro
Partiu leve como a aragem.
*** 
Olho o encanto das searas
Na terra de grande fulgor
Teus olhos são pedras raras
Que nos meus semeiam amor.

natalia nuno
rosafogo



segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

TROVAS DE IMPROVISO

2033lirios


Já o sol triste se apagou...
Mas a esperança ainda resta
No meu peito o sonho ficou...
E meu coração anda em festa
****
O coração é quem sabe
A quem quer nesta hora
Neste meu verso não cabe
O amor que sinto agora...
****
Aperta o cerco...a solidão!
Logo a Saudade por perto
Vai apertando o coração
Que fica agreste deserto.
****
Já fui estrela já fui ribeiro
Já fui sol que te aqueci
Hoje saudoso caminheiro
Já de saudade te perdi.
****
Está a azeitona madura
Já capaz de apanhar...
Morre o amor sem ternura
Que não lhe consegues dar.
****
Vou sofrendo minhas penas
Desde que te foste embora
Minhas noites são pequenas
Pra chorar por ti agora...
****
Deserdou-me este Outono
Deixou-me no meio da bruma
Com saudade e ao abandono
O coração não se acostuma...
****

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

DOCES TROVAS



Gosto de ser trovador
Gosto de rimas fazer
Olha lá óh meu amor
Vem a estas responder.
*
Diz o cravo para rosa
Que belo é teu odor!
Diz-me lá flor mimosa
Se me dás o teu amor.
*
Amor pode ressuscitar...
As feridas vão sarando
Vamos zangas afastar
E o amor saboreando...
*
O sol se põe no poente
Vem amor que já é tarde
Viver o amor da gente...!
Acabar com a saudade.
*
Não sou a mesma de outrora
Mas isto que ninguém ouça...
Deixei o amor ir embora...
Fugiu quando eu era moça.
*
Hei-de cobrir-te de carinho
Deixar o diálogo ser mudo...!
Assim quase que adivinho
Que só o gesto é tudo.
natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage


MIGALHAS I



Não deixes cair migalhas
Migalhas que são de amor
Meu coração é fornalha
Aquece e provoca dor.
***

Uma brecha abre na ferida
Que faz o coração chorar
Sou já rosa desfalecida
Das mãos ao céu levantar.
***
Com este ardente desejo...
Nem todo o amor é santo
Nos dias que te não vejo
Andam meus olhos em pranto.
***
Quero contigo feliz ser...
Nos poemas de encantar
Tenho alguns pra te escrever
E mais alguns pra te dar.
***
E não me deixes fugir...
Das memórias do meu olhar
E se uma lágrima cair...
Tenho razão pra chorar!
***
O amor fluiu normal...
Num vôo da alma rasante
Pra meu bem e pra meu mal
Serei sempre tua amante...
 ***
Este meu ardente beijo
Que ainda agora te dei
Foi meu e teu o desejo
Eu a nada te forçei...!
***
Sabor de ti meu amor!
Meu vagabundo apaixonado
És meu fogo purificador
Conforto do peito desamparado.
***
natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage


SOU CORAGEM



Sonhos belos que sonhei
Troxeram-me a bela imagem
Saudade viva... eu sei...!
Escrevo, canto, sou coragem.
***
Saudade trago enrolada
Dentro do peito a doer
Do avesso anda virada
De ti não deixa esquecer
***
Se tu és um ser de água
E eu sou um ser de fogo...
Acaba com minha mágoa
Apaga a saudade... logo!
***
Saudade quem a não tem?
É ter... e querer negar...!
O sentimento por alguém
No coração a extravazar.
***
Á memória já esquecida...
Vem a saudade relembrar
Lembra o doce licor da vida
Também o que a fez chorar.
***
Fica seja como fôr...
Que eu no caminho avanço
Se te deixo meu amor..
Vou viver sem descanso...
***
Vem dar-me o teu calor...
Com carícias e afagos
Dou a Deus grato louvor
P'lo azul dos teus olhos...lagos.
***
Ama-me com total ardor...
Muda o Mundo se quiseres!
Beijos nossos o tremor
morno, de carícias que fizeres.
***
Dar um beijo apaixonado...
Era oiro ou sol divino...
Real presença a teu lado
Seria feliz meu destino!
***
Vou sofrendo minhas penas
Desde que te foste embora
Minhas noites são pequenas
Pra chorar por ti agora...
natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

sábado, 4 de fevereiro de 2012

TROVAS DE IMPROVISO

001306

Quando o sol aparece
Tão radiante de beleza
Saudade em mim aparece
Murcho eu de tristeza...
***
A toda as horas do dia
Destemida e corajosa...
Aqui venho com alegria!
Trazer uma trova gostosa.
***
Talvez seja esse o segredo
De tu seres a minha metade
Olha que não sou brinquedo
Sonho me ames de verdade.
***
Oiço do combóio o apito
Meu amor se foi embora
Choro eu num tom aflito
Por ele ninguém mais chora.
***
Vou plantar minha saudade
Para que nasça a esperança
Quero voltar à liberdade...
Quero sonhar ser criança.
***
Vivo um sonho de fantasia
Meu coração vive a pairar
Mas oh que louca harmonia
Sentir teu corpo a vibrar...

natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

SAUDADES...SAUDADESIII




Doce é o amor ao amanhecer
Junto ao corpo que nos agrada
O amor nos faz estremecer
A saudade é sempre anunciada.
***

Sou no tempo viajante
Trago comigo a saudade
Saudade daquele instante
De te amar em liberdade.
***
Tenho o coração despido
Sem ter amor nem saudade...
Depois de há muito ter perdido
O bem que é a Mocidade.
***
Saudade só a não tem...
Quem o amor não conhece
Mas se não amou ninguém
De saudade também padece..
 ***
Lembro a cada passo!
Volto de novo a lembrar...
Da saudade do teu abraço
Da saudade de te abraçar.
***

rosafogo
natalia nuno
IMAGEM RETIRADA DO BLOG IMAGENS PARA DECOUPAGE

TROVAS DE AMOR E SAUDADE

2035lirios



Florescem frutos de amor
Em dias ensolarados
O Sol e seu fulgor...
É amante dos namorados.
****
O amor me traz alegrias
E muitos gestos de ternura
Para ir levando meus dias
Chama acesa em noite escura.
****
A vida é sempre verdade?
Ou de certezas nenhumas!
Quando aparece a saudade
Com ela te acostumas...
****
Se choro ouves meus ais
Se rio minhas gargalhadas
Saudades não são demais
Se a trouxermos cuidadas.
****
Com amor e total fervor...
Se me não me queres a fingir
Rende-te à força do amor...
Não me venhas mais mentir.
****
E beija-me com fervor...
Que eu sou flor caprichosa!
Estou rendida ao teu amor
Como o cravo está p'la rosa.
****

natalia nuno
rosafogo
imagem retirada do blog imagens para decoupage

TROVAS SOLTAS VIVAS

bg_13018119

Saudoso morreu de amor
O amor que tinha por ti...
Morreu murcho que nem flor
Amor assim nunca vi...!

***
Ai amor se tu te fores...
Logo  num pranto desato.
Trago meu aroma a flores
Mas que amor este...insensato.

***
Já não chamo por ti, não!
Deixa-me a vida viver...
Com saudade no coração
Saudade de não te ter.

***
A vida pode falsear...
Mas dela fica saudade
Saudade em nós a morar
Mesmo que longa a idade.

***
Sou feita de coração
Amor sou teu alimento...
Não me tires o meu chão
Que me sinto seara ao vento.

***
Aqueço-te com meu calor...
E toda a minha ternura
Se perder o teu amor...
Lá vêm dias de agrura.

***
E sinto do amor o calor..
E esta lágrima que já me cai
Dou-te a minha vida amor!
Alquimia que de mim sai.

***
É nesta hora calada
Que me sinto a morrer...
Um sopro, de vida parada
Amor se não me vens ver.


rosafogo
natalia nuno



quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

MIGALHASII




Quando o sol aparece
Tão radiante de beleza
Saudade em mim aparece
Murcho eu de tristeza...
****

De amar-me não te impeço
Mas tanto tempo já passou
Duvido até que mereço...
Longe de ti já nada sou...!
****
Te envio um doce beijo
Ai Jesus valha-me Deus
Que é tão forte o desejo
De beijar os lábios teus.
****
Em que saciamos desejos
E na cinza fica o calor...
Desfolha goivos como beijos
Traz ao meu coração amor.
****
Fui meiga ,alegre e ladina
Hoje estou suplicante
Já não sou mais menina
Meu amor, amigo, amante.
****

Trago soltos no meu peito
Meus ais em sofrimento...
De pedaços de saudade feitos
Sombras do meu dia cinzento.
****
Rogo sempre de mãos postas
A Deus Nosso Senhor...
E sei que de mim tu gostas
Agradeço-Lhe esse amor.
****
Fiz do teu amor um hino
Tu que és amor-perfeito!
Meu sonho é pequenino
Canto-te assim do meu jeito.
****

Ouvi-te cantar na alvorada
De amor o coração estremeceu
E ao romper da madrugada...
A ilusão desvaneceu...
****
A cama hoje está fria
E há lençóis p'lo chão
Chegue o dia, chegue o dia
Pra lembrar outra ocasião.
****

Entre odores dos matagais
Os da giesta e do alecrim
São os que gosto mais...
Também te quero assim!
****
Palavras presas na boca
Gastas p'lo tempo que passa
De solidão me deixam louca
E sonho com quem me abraça.
****
natalia nuno
rosafogo
imagem do blog imagens para decoupage

TROVAS AO ACASO

Ai amor a quanto obrigas
Fica aqui bem do meu lado
Vou cantar-te umas cantigas
Que aprendi já no passado
***



Do nosso lar ser fada
Tudo dar, nada receber
Perdida no meio do nada
Sem saber do teu querer.
***
O amor é bola de fogo
É recordação escaldante
É brincadeira é jogo...
É o prazer dum instante.
***
O fogo queimou-me o peito
Me doía...me doía e dói...!
Queimou- me com tal jeito
Que partiu...este amor já foi!
***
Desejei só te beijar
Mesmo que amanhã chova
Posso até me quebrar...!
Mas não há quem me demova.
***
Eu sinto tanto calor
E meu amor não derrete!
Olha lá ó meu amor...
Amor assim nos compromete.

natalia nuno
rosafogo
imagem ret. do blog imagens para decoupage