quarta-feira, 25 de julho de 2012

trovas loucas



a tirania do espelho
continua a atirar-me
que o rosto é velho
não devo mirar-me

mal coloco o olhar
minha sombra vejo
vontade a escorregar
perdido o desejo...!

redescubro na saudade
aquele rosto tão jovem
é tão grande ansiedade
que lágrimas chovem...

um rasgão  no olhar
silêncio entre sepulturas
quando a vida me deixar
deixo da vida as agruras

hão-de pedras florescer
a claridade me atravessar
jamais eu vou querer...!
a sombra do espelho olhar



natalia nuno
rosafogo
imagem da net








2 comentários:

Amara Mourige disse...

Olá Natalia, lindas trovas!
Adoro os passarinhos da lateral do seu blog!
Um final de semana iluminado.
Bjs
Amara

Natalia Nuno disse...

Obrigada Amara, fico feliz com tua visita querida amiga.

Beijinho, boa semana.