sexta-feira, 4 de maio de 2012

QUADRAS DE DESABAFO



Procuro mas é em vão
Quem sabe...talvz milagre!
Assim faço confissão...
Já trago de ti saudade...

É o mais doce caminho
Como a luz que o alumia
Amor, ternura e carinho
Sustenta minha alegria.

Beija-me devagarzinho
Não vá o sonho acordar
E a Lua vir de mansinho
Querer teu beijo roubar...

Nesta noite que loucura
Eu sou rosa sem espinhos
Mas viva na desventura
Por não ter de ti carinhos.

Olho fechado melhor vejo
Quando a lua vem a chegar
E na esperança do teu beijo
Vir minha sede mitigar...

O amor é uma miragem
Tão fugaz bolhinha de ar
Saudade da tua imagem
De beber-te com o olhar.

Nesta trova vou ser franca
Estou de saudade a morrer
A saudade ninguém arranca
Porque não te quero perder.

natalia nuno
rosafogo


2 comentários:

manuel marques disse...

Desabafar alivia...

Beijo e bom fim de semana.

Natalia Nuno disse...

Obrigada Manuel, tens razão a poesia é um bom calmante.

Bjs.