terça-feira, 31 de janeiro de 2012

SAUDADE DE TI



Saudade em mim pousou
E foi tão bem recebida
Sobre o coração voou
Levou-me ao céu inda em vida.
***
Saudade em mim tatuada
Memórias do meu olhar...
Lembro a meninice amada
Gaivota livre a voar...
*

Este coração inocente...
Leva-o o vento em correria
No coração e na mente
Hei-de ser livre algum dia.
***
Saudade palavras escritas
Com o coração a pulsar
Eu sei que tu acreditas
Que vivo só pra te amar.
***

Só eu consigo sentir
Beija-me que já estou morta
De saudade, de aqui vir
Bater à aldraba da tua porta...
***
A saudade vai passando
Com seu passo apressado
E de mim está levando
A memória do passado.
***

2 comentários:

manuel marques disse...

"Bom é largar saudades quando o tempo desengana"


Beijo.

Amara Mourige disse...

Linda poesia!
É saudade não tem medida, é um vazio que só pode ser preenchido com as boas lembranças.
Paz e Bem
Amara