segunda-feira, 1 de julho de 2013

entressonhos


não ando descalça não
que o chão tem espinhos
os prazeres do coração
são teus beijos e carinhos

a saia aos malmequeres
blusa com decote ao jeito
p'la tarde se apareceres
quero estar bem a preceito

tantos os beijos que dei
pagaste-me com um só,
a razão porque amuei
e não quis dar o nó...

logo da primeira vez
me apanhaste descalça
mentiste e assim  talvez,
era tua promessa falsa

vi-te ao longe a correr
eram seis horas da tarde
pensei que me vinhas ver
fiz da mentira verdade.

fiz promessa de novena
à Senhora do Bom...fim
do nosso amor tenha pena
e tenha pena de mim...

teus olhos vou fixar
pra ver se falas verdade
não vá a boca falar
e ser tudo falsidade

desenhei o enxoval
casei contigo no altar
meu país é Portugal
vou cantar... até cansar.

natalia nuno
rosafogo



2 comentários:

rosa-branca disse...

Olá Rósinha, maravilhosas quadras que adorei. Beijos com carinho

Natalia Nuno disse...

Oi Rosinha, que bom sentir-te por aqui...obrigada amiga.

como vês as quadras estão sempre a sair-me da boca.
Não são tão lindas como as tuas mas olha amigaainda assim não desisto.

beijocas.