domingo, 21 de setembro de 2014

vês amor?!...trovas


vês amor como te quero
tanto?... tanto ...tanto!
que o coração desespera
mas bate ufano de encanto.

sai a mente do lugar
pra que o coração não chore
vem o sorriso adornar
pra que o sonho não demore

que nenhuma pena sinta
na verdade é o que quero
meu coração nunca minta
vês amor como te quero!

vou ficar distante então
verdade! que hei-de fazer?
se hoje oiço o coração
é por muito te querer...

vês amor como te quero
prende-me o tempo é corrente
ando insegura ... desespero,
por te amar sou penitente

nem sei o que mais quero
nem sei onde me abrigar
meu pensar não tolero
se o coração te quer amar

vês amor...final feliz,
que não provoque dano?
o pensamento me diz
q'o coração segue ao engano

natalia nuno
rosafogo



4 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

muito bem rimadas e melodiosas...

:)

Edith Lobato disse...

De uma beleza espetacular teu poema. Vindo aqui com todo prazer. Linda semana.

Natalia Nuno disse...

Oi amiga, obrigada pela visita e leitura destas simples trovas.

Beijinho e boa semana.

Natalia Nuno disse...

Também agradeço muito tua visita Rdith, grata pelo carinho.

Beijinho, boa semana.