sexta-feira, 23 de agosto de 2013

alinhavo palavras rimando...


alinhavo palavras rimando
e vou respirando fundo
a esperança me vai deixando
e eu deixo  rimas ao mundo

deixo rimas à humanidade
vou palavras alinhavando
umas tristes ou de saudade
sempre o tempo ameaçando

rimas também são poesia
viciada nelas sou é verdade
para ti as deixarei um dia
e nelas minha saudade...

já que não conheço a razão
só Deus saberá o por quê...
de ser sempre a solução
para mim...rimar já se vê.

rimo eu, como se rezasse
ou pedisse a Deus perdão
é como se a alma calasse
o que falar  quer o coração

rimas ao mundo deixarei
em troca não peço nada
se nada trouxe nada levarei
cheguei gritando, parto calada.

natalia nuno
rosafogo



2 comentários:

Betha Mendonça disse...

Lindos: blog e poemas.
Parabéns!
bjs

Natalia Nuno disse...

Obrigada Betha, contente com tua visita.

bjs