quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

AINDA A CHAMA


Numa saudade terna se guarda
A chama duma vida sentida
Chega a hora já não tarda!
Duma certeza crua, o fim da Vida.


O tempo, tempo me roubou
Faço do que me resta um abrigo
Passam os dias e por mim dou
A deixá-los passar como castigo.


Mas há ainda uma réstea de cor!
Que p´la minha alma se espalha
Há momentos doces de AMOR!
E COISAS sem idade, quando calha.


rosaf
natalia nuno


imagem do blog- imagens para decoupage
ogo

Sem comentários: